Institucional

Lorem Ipsum é simplesmente uma simulação de texto da indústria tipográfica e de impressos, e vem sendo utilizado desde o século XVI, quando um impressor desconhecido pegou uma bandeja de tipos e os embaralhou para fazer um livro de modelos de tipos. Lorem Ipsum sobreviveu não só a cinco séculos, como também ao salto para a editoração eletrônica, permanecendo essencialmente inalterado. Se popularizou na década de 60, quando a Letraset lançou decalques contendo passagens de Lorem Ipsum, e mais recentemente quando passou a ser integrado a softwares de editoração eletrônica como Aldus PageMaker.

 

Porque nós o usamos?

É um fato conhecido de todos que um leitor se distrairá com o conteúdo de texto legível de uma página quando estiver examinando sua diagramação. A vantagem de usar Lorem Ipsum é que ele tem uma distribuição normal de letras, ao contrário de “Conteúdo aqui, conteúdo aqui”, fazendo com que ele tenha uma aparência similar a de um texto legível. Muitos softwares de publicação e editores de páginas na internet agora usam Lorem Ipsum como texto-modelo padrão, e uma rápida busca por ‘lorem ipsum’ mostra vários websites ainda em sua fase de construção. Várias versões novas surgiram ao longo dos anos, eventualmente por acidente, e às vezes de propósito (injetando humor, e coisas do gênero).

Quem é quem

Comandante do CEPI

Tenente-Coronel QOBM Wagner Alves Maia

O Tenente-coronel QOBM Wagner Alves Maia é Engenheiro Civil formado pela Universidade de Fortaleza em 2003 e Engenheiro em Segurança do Trabalho, formado pela mesma universidade, em 2008.

Ocupou os cargos de Vistoriante, Chefe do Setor de Vistorias, Analista de Projetos de Segurança Contra Incêndio e Pânico, Chefe do Setor de Análise, Sub Comandante do Comando de Engenharia de Prevenção de Incêndios e, atualmente, Comandante do CEPI.

 

Servidores

TenCel QOBM Joel de Abreu Nobre

Comandante Adjunto do CEPI

TenCel QOBM José Silvio Girão Júnior

Chefe da Célula de Análise

E-mail

1° TEN QOBM Filipe Eduardo Bastos BENTEMULLER

Chefe da Célula de Pesquisa

Instagram E-mail

 

Histórico do CEPI

Logo do Comando de Engenharia de Prevenção de Incêndio

 

A Diretoria de Serviços Técnicos foi criada pela Lei 9.660 de 06 de dezembro de 1972 sob a denominação de Seção Técnica de Prevenção e Combate a Incêndio. Sua missão foi definida pela Lei 9.729 de 28 de agosto de 1973, regulamentada pelo Decreto nº 10.656 de 31 de dezembro de 1973, que também criou o Fundo de Prevenção e Combate à Incêndio dentro do Estado do Ceará.

 

Em substituição à Lei 9.729 foi criada a Lei 10.421 de 09 de setembro de 1980 que, regulamentada pelo Decreto 14.139 de 17 de dezembro de 1980, instituiu a Taxa Anual de Segurança Contra Incêndio. Em 21 de dezembro de 1987 foi promulgada a Lei 11.403 que, em substituição aos dispositivos legais anteriores, deu novo disciplinamento à cobrança das Taxas.

 

Pelo advento da Lei 10.145 de 29 de novembro de 1977, que dispõe sobre a organização básica da PMCE, a Seção Técnica de Prevenção passou a chamar-se Centro de Atividades Técnicas. Esta denominação prevaleceu até a criação da Lei 11.673 de 20 de abril de 1990 quando então passou a denominar-se Diretoria de Serviços Técnicos. Com a Lei Nº 13.438, de 07 de janeiro de 2004, esta diretoria passou a nominar-se COORDENADORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS, ou CAT, na forma abreviada.

 

Desde 19 de fevereiro de 2019, a antiga Coordenadoria de Atividades Técnicas (CAT) passou a ser chamada de Comando de Engenharia de Prevenção de Incêndio (CEPI), por força do Decreto 32.978.